quinta-feira, julho 10

Hoje foi o dia em que se fez cá em mim o tal famoso do click e a razão principal, para além de acontecimentos vividos, foi um valente puxão de orelhas vindo de quem eu respeito muito e reconheço competências suficientes para opinar sobre as minhas burrices ( logo a seguir à minha mãe e à minha avó, mas elas não as sabem todas caso contrário já me tinham mandado para uma qualquer ala psiquiátrica!)
Sinto-me bem, mais calma, descobri que algumas coisas que sempre quis conhecer estão a um passo de mim, era procurar melhor, e se me oriento bem na cidade era só dar mais uns passos. Na semana passada a mesma pessoa que me abriu os olhos hoje, pegou em mim e mostrou-me como chegar aos sítios tão estupidamente perto... mas achei-me tão deprimida que aquilo não me dizia nada...
Ontem dei o primeiro passo, cabeça levantada, ar confiante, mcflurry na mão e lá fui eu!
Senti-me tão bem melhor quando cheguei a casa...encarei a solidão de outra forma sabendo que não adianta ficar lamurienta em casa com a cidade lá fora, a cidade que inexplicavelmente sempre me chamou, sempre quis estar aqui...e agora que estou tenho que a aproveitar, conhecer...três anos que desperdicei completamente...
Não estou totalmente feliz, há coisas que não esqueço e tento desenhar um sentido sem no entanto conseguir...contudo acredito que o tempo me vai ajudar e vou aprender a ser mais ponderada e lúcida...Acreditar que realmente tenho muito mais valor do que aquele que penso, sou muito mais inteligente do que pareço (não, não estou convencida, mas também é uma forma de defesa) vou ouvindo, vendo as coisas e aprendo sem ter necessidade de falar...
E, como aprendi hoje, não me deixar "anular", se eu sou assim não tenho que mudar, quem realmente gostar de mim leva o pack,porque eu tenho que acreditar que não sou assim tão má pessoa, os meus defeitos são contornáveis, tenho mau feitio, pêlo na venta, amuo com facilidade mas não mordo ninguém...
e sinto-me tão bem por ter tido esta conversa, vindo de alguém que me conhece há tempo suficiente para me entender e não julgar, alguém que nunca me negou o ouvido ou um conselho e me deu tantas vezes nas orelhas acreditando que eu tinha aprendido a lição, mas o que ouvi hoje, falando e ouvindo de cabeça fria, fez-me ver e compreender tanto...
e hoje apetece-me esta:



Savage garden - The animal song

Would you like to make a run for it

Would you like to take my hand, yeah, yeah

Cause I want to live like animals

Careless and free like animals

I want to live

I want to run through the jungle

With the wind in my hair and the sand at my feet

Sometimes this life can get you down

It's so confusing

It’s so many rules to follow

And I feel it

Cause I just run away in my mind

2 comentários:

Anónimo disse...

optimooooooooooo!!! abençoado(a) ser que te colocou no trilho certo.kkkkkk O que se segue agora? mudar de curso? namoriscar? troca de casais~?????? uiiiiiiiii que novos horizontes se abrem manecas...

immortal disse...

menos sr engenheiro, menos!!